Indústria Verde

Grupo Petrópolis busca práticas sustentáveis em toda cadeia de produção

Maior empresa com capital 100% nacional do setor cervejeiro busca sustentabilidade por meio de economia circular, logística reversa, embalagens sustentáveis e ações para minimizar o uso de energia e água

Ter um processo produtivo mais sustentável significa minimizar riscos ambientais, diminuir impactos e prevenir problemas no processo industrial. A indústria cervejeira tem buscado a sustentabilidade nas cervejarias por meio da economia circular, logística reversa, embalagens sustentáveis e ações para minimizar o uso de energia e água.

O Grupo Petrópolis, que fabricaas marcas de cerveja Crystal, Lokal, Itaipava, Black Princess, Petra e Weltenburger, os energéticos TNT Energy Drink e Magneto, o isotônico TNT, as vodkas Blue Spirit Ice e Nordka, o Cabaré ICE e a água Petra, desenvolve ações sustentáveis em todo seu processo produtivo.

As iniciativas da empresa, nesse sentido, estão alinhadas à estratégia da Confederação Nacional da Indústria (CNI) rumo a uma economia brasileira de baixo carbono, baseada em quatro pilares: transição energética, mercado de carbono, economia circular e conservação florestal.

“A Sustentabilidade éuma questão estratégica para o Grupo Petrópolis. Estamos atentos às mudanças climáticas, à preservação dos recursos naturais e nos engajamos em ações para construir um ambiente mais saudável e para fortalecer as comunidades em que estamos inseridos”, explica  Alaércio Nicoletti Jr, gerente de Sustentabilidade e Melhoria Contínua.

Números – A empresa faz a gestão de resíduos em toda as etapas de operação. Em 2020, foram 244 mil toneladas de resíduos reaproveitados, 1,5 mil pessoas beneficiadas, e 12,2 milhões de reais em receita da venda dos recicláveis. Foram cerca de 11 toneladas de resíduos pós-consumo recuperadas e reinseridas na cadeia do grupo Petrópolis. Com a coleta seletiva, foram reutilizados pneus para a produção de grama sintética para finalidades esportivas e de lazer social. Foram 10,3 mil pneus reutilizados.

A não disposição de resíduos em aterros sanitários evitou a emissão de 2 mil toneladas de CO2. Além disso, em uma ação de sustentabilidade no carnaval de Salvador, foram recolhidas 3,5 mil embalagens.

O rótulo Itaipava é 100% reciclado e a empresa estuda a ampliação do projeto para outros produtos. Também houve a redução do peso das tampas das garrafas PETs em 43% com redução do consumo de 17 toneladas de plásticos em 2020.

Energia limpa – O grupo utiliza ainda combustíveis renováveis como a biomassa nas unidades fabris de Boituva (SP) e Rondonópolis (MT). Lança mão ainda de equipamento tecnológico para redução do consumo de energia, lâmpadas de LED e iluminação natural das linhas de envase e áreas de processo, ventilação natural e aquecedor solar em vestiários e sistema de ar-condicionado com unidades de expansão direta por serpentinas resfriadas com água gelada.

Também fez a implantação de geração distribuída com energia fotovoltaica nas Revendas de Rio das Ostras (RJ), atendendo esta unidade e a unidade de Campo dos Goytacazes (RJ).

Em termos de conservação e reuso de água, o Grupo Petrópolis já reduziu cerca de 35% o seu Índice de consumo (hectolitros de água para cada hectolitro produzido).

A empresa – Fundado na cidade de Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro, o Grupo Petrópolis é a maior empresa com capital 100% nacional do setor. Produz cervejas, bebidas alcoólicas e não alcoólicas, que primam pela qualidade.

Atualmente, o Grupo Petrópolis está presente em quase todo o território nacional, por meio de 8 fábricas de bebidas (Petrópolis/RJ, Teresópolis/RJ, Boituva/SP, Bragança Paulista/SP, Rondonópolis/MT, Alagoinhas/BA, Itapissuma/PE e Uberaba/MG) e uma de embalagens e reciclagem (Boituva/SP) e mais de 160 centros de distribuição.